Workshop

1º Workshop "Bioeconomia, uma oportunidade para o Brasil: de uma economia baseada em recursos fósseis rumo à bioeconomia

A pesquisa em bioeconomia: agricultura, alimentos, saúde, química verde e bioenergia


Data: 28 e 29 de junho de 2016

Local: Anfiteatro “Otávio Tisselli Filho” - Instituto Agronômico (IAC)

1st Workshop Report

1st Workshop program

Palestras

De uma economia baseada em recursos fósseis rumo à bioeconomia

  • Eric Fargeas - Diretor da Agropolis International, França [Download da apresentação]
  • Luís Augusto Barbosa Cortez - FEAGRI/UNICAMP, Coordenador Adjunto da FAPESP, Vice-Presidente da Secretaria Executiva do Agropolo Campinas-Brasil e membro da Câmara de Comércio Exterior de Campinas e Região [Download da apresentação]

Bioeconomia - uma oportunidade para o Brasil

Introdução ao processo de roadmap de bioeconomia (Projeto PPPBio)

Agricultura, alimento & saúde na nova bioeconomia

Bioenergia e química verde na nova bioeconomia

Projeto de Políticas Públicas – PPPBio

2º Workshop "Resíduos urbanos e agrícolas: energia, reciclagem de nutrientes e produção de fertilizantes"


Data: 31 de agosto e 1 de setembro de 2016

Local: Anfiteatro “Otávio Tisselli Filho” - Instituto Agronômico (IAC)

2nd Workshop Program

Programação do 2º Workshop

Workshop Report WS2 Urban Agricultural Waste.pdf

Resíduos urbanos e da agroindústria (vinhaça) são ricos em carbono orgânico, e portanto, energia, além de nutrientes. Despejados no ambiente podem emitir gases de efeito estufa. Porém, adequadamente, aproveitados, podem gerar energia por várias rotas e, o resíduo final, ser transformado em adubo. O workshop abordará as oportunidades de negócios para o setor privado, os benefícios para o setor público, os ganhos sociais e ambientais e o levantamento das questões científicas que precisam ser pesquisadas com enfoque multidisciplinar pelos institutos e universidades da região de Campinas.

Esse Workshop é parte do Projeto de Políticas Públicas Agropolo em Bioeconomia(PPPBio), submetido à FAPESP - “Agropolo Campinas-Brasil: roadmap das áreas estratégicas de pesquisa visando a criação de um ecossistema de classe mundial em bioeconomia”, cujo objetivo é, através de uma série de workshops, produzir um roadmap das pesquisas a serem realizadas visando desenvolver diferentes setores da bioeconomia, produzindo riqueza para a região e para o país.

Patrocinador: FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Facilitador: Instituto Agronômico (IAC)

Coordenadores: Heitor Cantarella (IAC), Bruna de Souza Moraes (NIPE) Ronaldo S. Berton (IAC) e Raffaella Rossetto (APTA Piracicaba)

Coordenadores associados: ABISOLO – Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal; Prefeitura Municipal de Campinas

Palestas

3º Workshop Bioeconomia "Combustíveis avançados para aviação e transporte de carga"

Data: 17 e 18 de outubro de 2016

Local: Auditório da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp – FEQ-UNICAMP

3nd Workshop Report

3nd Workshop Program

Realização

Instituto Agronômico (IAC)
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Coordenadores

Telma Teixeira Franco (FEQ-UNICAMP)
Luuk van der Wielen (BE-Basic)

Apoio

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético da Unicamp - NIPE
BE-Basic Foundation
Faculdade de Engenharia Química da Unicamp - FEQ
Netherland Enterprise Agency

Objetivo

A economia Brasileira e a do Estado de São Paulo são fortemente dependentes do setor de transporte. Hoje, o transporte de pessoas em veículos leves é totalmente atendido por etanol de cana-de-açúcar de 1ª geração e 2ª geração (ainda emergente) em todo o país, puro (E100) ou na forma de blend com gasolina (E27), produzidos por uma indústria madura, com reconhecidos e importantes avanços tecnológicos, mercadológicos e financeiros. No caso do transporte pesado de carga, o setor é essencialmente movido por óleo diesel, que no caso do transporte rodoviário é comercializado em todo o país na forma de blend (7% de biodiesel - B7).

Visando ampliar a inserção dos biocombustíveis do setor aéreo e no transporte pesado de carga, este workshop tem por objetivo promover o debate de modo a:

  1. fornecer critério/medidas para criar um ambiente competitivo e sustentável em toda a cadeia produtiva de biocombustíveis visando atender as demandas futuras, incluindo os temas investimento, incentivo e inovação (desenvolvimento/teste, demonstração e implantação)
  2. identificar o motivo destes setores não se encontrarem desenvolvido no Brasil, uma vez que a oferta de matérias-prima (feedestocks) é abundante no país
  3. identificar as oportunidades/barreiras, de modo a entender como os biocombustíveis avançados podem impactar as ambições Brasileiras e Mundiais de atendimento das metas da Conferência do Clima de Paris (COP21)

Palestras

Sessão 1: Análise de especialistas sobre a demanda Biocombustíveis e prontidão por setor: aviação, marítimo & rodoviário

  1. Pedro Scorza (GOL Linhas Aéreas) - Descarbonização das operações
  2. Misha Valk (SkyNRG) - Readiness of aviation biofuels
  3. Sjors Geraedts (GoodFuels) – Challenges & opportunities for marine fuels

Sessão 2: Desenvolvimento da cadeia de valor integral, incluindo fornecimento seguro de matérias-primas sustentáveis e biorrefino integrado

  1. Gonçalo Pereira (Granbio) – Growing Crude: a need...
  2. Anton Robek (BRD, fm-DSM) – Bioforever: Project introduction
  3. Fabio Figliolino (Suzano) – The lignin project *
  4. Guilherme Sanaiotti (Amyris) – Querosene alternativo: como impulsionar o setor *
  5. Antonio Bonomi (CTBE) – Biojet fuels production in integrated sugarcane biorefineries

Sessão 3: Papel dos setores público, financeiro e privado no desenvolvimento do mercado de biocombustíveis

  1. Jorge Lobarinhas (Aeroporto de Viracopos)
  2. Thiago Leite (ABBI)
  3. Marcela Flores (ANP)
  4. Igor Bueno (FINEP)
  5. Marcelo Gonçalves (Embraer)
  6. Oskar Meijerink (SkyNRG)

4º Workshop Ingredientes, alimentos processados funcionais e saúde

Data: 29 e 30 de novembro de 2016

Local: Auditório Décio Dias Alvim - Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL)

4nd Workshop Program

Workshop report - 4nd Workshop Program

Realização

Instituto Agronômico (IAC)
Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL)

Coordenadores

Airton Vialta (ITAL)
Luis Madi (ITAL)
Eduardo Caritá (Funcional Mikron/Alibra)

Apoio

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
BASF
BE-Basic Foundation
DSM
Duas Rodas
Pronutrition/Functional Mikron
Koelnmesse
Sun Foods
Câmara do Comércio Exterior de Campinas e Região (CCC&R)

Objetivo

Promover o debate de modo a aprofundar o entendimento do segmento ingredientes e produtos processados funcionais e seus impactos na saúde, visando:

  1. dimensionar sua importância e estimar seu potencial de crescimento no Brasil e no exterior;
  2. analisar o comportamento do consumidor brasileiro frente aos produtos funcionais e seu grau de entendimento frente à comunicação; e
  3. identificar oportunidades e barreiras para o desenvolvimento desse importante segmento no Brasil, tendo em vista seu potencial para agregação de valor aos produtos e geração de empregos.

Palestras

Sessão 1 - Cenário brasileiro: Ingredientes, alimentos funcionais e saúde

  • Raul Amaral Rego, ITAL - Brazilian scenario: ingredientes, functional foods and health
  • Sessão 2 - O consumidor brasileiro e a questão da comunicação

    Sessão 3 - Adequação tecnológica de ingredientes

  • Eduardo Caritá, Funcional Mikron/ALIBRA – Ingredients and processed functional foods in Brazilian Bioeconomy: present and future
  • Sessão 4 - Adequação tecnológica de produtos

    Sessão 5 - Assuntos regulatórios

    5º Workshop Valorização da biomassa para produtos químicos

    Data: 21 e 22 de março de 2017

    Local: Auditório do GGBS – Prédio da Diretoria Geral da Administração (DGA) - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

    5nd Workshop Program

    Realização

    Instituto Agronômico (IAC)
    Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

    Coordenadores

    Gustavo Paim Valença (FEQ/UNICAMP)
    Luuk van der Wielen (BE-Basic)

    Apoio

    BE-Basic Foundation
    Faculdade de Engenharia Química (FEQ-UNICAMP)
    Consulado Geral do Reino dos Países Baixos/Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação
    IAR Pole
    Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE)
    Câmara do Comércio Exterior de Campinas e Região (CCC&R)

    O problema a ser enfrentado

    Em 2016 o petróleo e o gás natural foram responsáveis por 53,6% das emissões de gases de efeito estufa (GEE), em grande parte como resultado do uso energético, mas com contribuição significativa da indústria petroquímica. Neste contexto, a produção de produtos químicos a partir de biomassa (principalmente, os resíduos de biomassa da etapa agrícola e industrial) são oportunidades reais de mitigação das emissões de GEE. Entretanto, em todo o Mundo, a produção sustentável em larga escala de biomassa e a sua transformação em produtos químicos economicamente competitivos frente aos petroquímicos, ainda carecem de alguns avanços de modo a superar alguns gargalos técnico-econômicos, ambientais e mercadológicos. Face à experiência e a competitividade Brasileira na produção agrícola em larga escala e na existência de diversas empresas bioquímicas no país, o desenvolvimento deste setor é peça chave para acelerar o desenvolvimento econômico e sustentável, bem como viabilizar a substituição dos produtos petroquímicos na região de Campinas, no Brasil e em todo o Mundo.

    Palestras

    Sessão 1: Estado da arte da produção sustentável de biomassa para produtos químicos: as experiências Brasileiras, Holandesas e Francesas

    Sessão 2: Desafios para a valorização de biomassa para produtos químicos

    Sessão 3: Estratégias para a valorização da biomassa para produtos químicos

    Sessão 4: Quais os potenciais produtos bio-químicos e como agregar valor?

    6º Workshop Novas tecnologias para agricultura de precisão

    Data: 24 e 25 de maio de 2017

    Local: Auditório da Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI - Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

    6nd Workshop Program

    Realização

    Instituto Agronômico (IAC)
    Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP

    Coordenadores

    Lucas Rios do Amaral (FEAGRI/UNICAMP)
    Paulo Sérgio Graziano Magalhães (FEAGRI/UNICAMP)
    Luiz Henrique Antunes Rodrigues (FEAGRI/UNICAMP)

    Coordenador Associado

    Ernst-Jan Bakker (Consulado Geral do Reino dos PaísesBaixos em São Paulo)

    Apoio

    Câmara de comércio exterior de Campinas e região - CCC&R Instituto de tecnologia de alimentos - ITAL
    BE-Basic Foundation
    NIPE
    Agropolis International
    Holland
    FEAGRI

    Objetivo

    Estimular o debate de modo a entender as ações atuais, desafios, oportunidades e melhores estratégias para o desenvolvimento de novas tecnologias para agricultura de precisão, buscando-se colaborações estratégicas para tal. Dentre os temas que serão discutidos, destacam-se:

    1. equipamentos e técnicas para auxílio à caracterização espacial dos solos agrícolas;
    2. desafios para a conversão de imagens em informação gerencial; e
    3. equipamentos e técnicas para monitoramento agroambiental, alerta de pragas e gestão localizada.

    Palestras

    Sessão 1 - Visão geral sobre a agricultura de precisão no Brasil

    Sessão 2 - Equipamentos e técnicas para auxílio na caracterização de solos agrícolas

    Sessão 3 - Desafios para a conversão de imagens em informação gerencial

    Sessão 4 - Equipamentos e técnicas para monitoramentoagroambiental, alerta de pragas e gestão localizada

    7º Workshop em Bioeconomia - "Ólies essenciais, plantas aromáticas e medicinais"

    Data: 24 e 25 de maio de 2017

    Local: Instituto Agronômico (IAC) – Auditório “Otávio Tisseli Filho”

    7nd Workshop Program

    Programação do 7º Workshop

    Termo de Referência (ToR)

    Realização

    Instituto Agronômico (IAC)
    Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP

    Coordenadores

    Marcia Ortiz M. Marques (IAC-APTA/SAA)
    Pedro Melillo de Magalhães (CPQBA/UNICAMP)
    Ilio Montanari Jr (CPQBA/UNICAMP)
    Glyn Mara Figueira (CPQBA/UNICAMP)
    Juliana Rolim Salomé Teramoto (IAC-APTA/SAA)
    Marta Cristina Teixeira Duarte (CPQBA/UNICAMP)
    Sandra Maria Pereira da Silva (APTA/SAA - Vale Paraiba)

    Coordenador Associado

    Maurício Cella (Givaudan do Brasil)

    Apoio

    BE-Basic Foundation
    Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (FUNDAG)
    Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA)
    Prefeitura Municipal de Campinas
    Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL)
    Câmara do Comércio Exterior de Campinas e Região (CCC&R)

    Problemas & Oportunidades

    Considerando que os produtos de origem de plantas ganham efetivamente novas aplicações ao serem empregados na agropecuária, na alimentação, na saúde, e na cosmética e perfumaria, associado ao potencial uso econômico da flora nacional no desenvolvimento de produtos inovadores, empresas do setor público e privado necessitam construir parcerias de forma a contribuir para o desenvolvimento da cadeia produtiva dos óleos essenciais, plantas aromáticas e medicinais. Desta forma, entende-se que o trabalho multidisciplinar e multi-institucional resultará em oportunidades de intercâmbio, projetos de cooperação, ganhos de escala, desenvolvimento de novos nichos de mercado e trará novas expectativas para a exploração racional e sustentável da biodiversidade brasileira. Assim, uma cadeia produtiva fortemente estruturada, do campo à indústria, baseada em relações que otimizem o investimento e o retorno financeiro é crucial. Para o produtor rural, é desejável a formalização de acordos de compra e venda, as participações nas inovações, a possibilidade de reinvestimento e a ampliação de sua produção. Para o setor industrial, é desejável o fornecimento de matéria-prima com qualidade e regularidade, diversificação de matérias-primas e produtos inovadores. Neste contexto, o Workshop se concretiza como oportunidade para o desenvolvimento do planejamento estratégico e da construção de uma agenda de políticas assertivas para este segmento e para o desenvolvimento da Bioeconomia no Brasil.

    Os objetivos do Workshop

    Promover o debate entre Instituições do setor público e privado visando à elaboração de estratégias para o desenvolvimento da cadeia produtiva dos óleos essenciais, plantas aromáticas e medicinais. Para tanto, o workshop abordará questões relacionadas a demandas de pesquisa e inovação tecnológica, desafios e gargalos, aspectos regulatórios e oportunidades da referida cadeia produtiva.

    Palestras

    Sessão1: Cadeia produtiva: fornecimento seguro de matérias-primas e processamento sustentável

    Sessão 2: Demanda global de novos fitoprodutos em saúde animal

    Sessão 3: Demanda global de novos fitoprodutos na cadeia alimentícia

    Sessão 4: Fitoprodutos para controle de pragas e doenças agrícolas

    Sessão 5: Novos ingredientes a partir de óleos essenciais: uma abordagem do sistema produtivo

    • Palestrante: Daniel Sabará (BERACA)
    • Debatedores: Filipe P. G. Bonfim (FCA/UNESP), Pedro M. de Magalhães (CPQBA/UNICAMP)

    Sessão 6: Tecnologia de processo: transformação e extração

    Sessão 7: Aspectos regulatórios do acesso à biodiversidade

    Sessão 8: Papel do setor público e privado para o desenvolvimento da inovação tecnológica

    8º Workshop em Bioeconomia - "Novas embalagens para alimentos e bebidas"

    Data: 9 e 10 de outubro de 2017

    Local: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) – Auditório “Décio Dias Alvim”

    Programação Portugues

    Programação Ingles

    Release

    Term of Reference (ToR)

    Realização

    Instituto Agronômico - IAC
    Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL
    Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP

    Coordenadores

    Eloísa Garcia (ITAL-APTA/SAA)
    Sílvia Tondella Dantas (ITAL-APTA/SAA)

    Coordenador Associado

    Cristiane Lopes Oliveira (Nestlé Brasil Ltda)

    Patrocinadores

    Patrocinadores
    Braskem
    Klabin
    Plantic / Kuraray

    Apoio

    BE-Basic Foundation<
    Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola - FUNDAG
    Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio - FUNDEPAG
    Prefeitura Municipal de Campinas
    Centro de Tecnologia de Embalagens – CETEA/ITAL
    Câmara do Comércio Exterior de Campinas & Região - CCC&R

    Problemas & Oportunidades

    São grandes e significativas as interfaces dos sistemas de embalagem para alimentos com a Bioeconomia. Por um lado, há um enorme potencial de inovação na produção de materiais de embalagem de fonte renovável (biopolímeros, aditivos e outros insumos e novos materiais obtidos a partir da celulose), ao mesmo tempo em que os sistemas de embalagem são fundamentais na conservação e redução de perdas de alimentos e bebidas, sendo item relevante para a eficácia do abastecimento da sociedade e para a redução do desperdício de alimentos, otimizando os custos econômicos e ambientais da sua produção.

    Os objetivos do Workshop

    Discutir o futuro dos sistemas de embalagem no contexto da Bioeconomia, enfocando desafios, oportunidades e melhores estratégias para o desenvolvimento de novas tecnologias e inovações para o setor de embalagens para alimentos e bebidas, por meio de uma atividade integrada entre instituições de pesquisa, academia e o setor privado. Os temas a serem abordados no encontro serão: 1) Materiais de fontes renováveis, 2) Embalagens ativas, inteligentes e interativas, 3) Embalagens de alta performance e 4) Garantia da segurança para contato com alimentos.

    Palestras

    Sessão1: Materiais de fontes renováveis

    1. Ramani Narayan (Michigan State University)
    2. Andreas Fall (RISEResearch Institutes/Suécia)
    3. Stéphane Guilbert (Montpellier SupAgro/França)

    Sessão 2: Embalagens ativas, inteligentes e interativas

    1. Marcia Pires (Braskem S/A)

    Sessão3: Embalagens de alta performance

    1. Jorge Gomes (Dow Brasil)

    Sessão4: Garantia da segurança para contato com alimentos

    1. Rosangela Gorni (Nestlé do Brasil Ltda)

    9º Workshop em Bioeconomia - "Pecuária de Baixo Carbono"

    Data: 8 e 9 de novembro de 2017

    Local: Instituto Agronômico (IAC) – Auditório “Tisseli Filho”

    Programação Portugues

    Programação Ingles

    Realização

    Instituto Agronômico - IAC
    Instituto de Zootecnia – IZ
    Instituto Biológico - IB
    Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP

    Coordenadores

    Renata Helena B. Arnandes (IZ-APTA/SAA-SP)
    Antônio Batista (IB-APTA/SAA-SP)
    Ana Eugênia de C. Campos (IB-APTA/SAA-SP)
    Linda Monica Premazzi (IZ-APTA/SAA-SP)
    Flávia Maria A. Gimenes (IZ-APTA/SAA-SP)

    Coordenador Associado

    Beatriz Fonseca Domeniconi (Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável – GTPS)

    Patrocinadores

    BE-Basic Foundation
    Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola - FUNDAG
    Premix
    Toledo do Brasil

    Apoio

    Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável - GTPS
    Sociedade Rural Brasileira - SRB
    Prefeitura Municipal de Campinas
    Câmara do Comércio Exterior de Campinas & Região - CCC&R

    Problemas & Oportunidades

    A pecuária de corte no Brasil encontra-se em processo de intensificação, caracterizando-se como uma das cadeias produtivas de grande importância no setor animal. Contudo há oportunidade para melhoria da eficiência da produção pecuária aliada à sustentabilidade resultando em maiores sequestros de carbono, o que confere ao país a produção de animais eficientes e sustentáveis, caracterizando uma pecuária de baixo carbono. Para tanto, há necessidade de se estabelecerem estratégias para redução da emissão de gases de efeito estufa nos sistemas de produção.

    Os objetivos do Workshop

    O objetivo será promover o debate e a discussão entre especialistas da iniciativa privada, de instituições de pesquisa e ensino, do governo e da sociedade civil de modo a identificar as oportunidades e os desafios para o desenvolvimento da Pecuária de Baixo Carbono no Brasil, sustentável e eficiente, dentro das grandes áreas: Sistemas Integrados de Produção Animal, Nutrição e Alimentação Animal, Genética, Sanidade Animal e Transferência de Tecnologia. Neste contexto, o produto deste Worskhop será a elaboração de um Roadmap Tecnológico com as principais diretrizes para políticas públicas, pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação necessárias para o desenvolvimento deste modelo.

    Data
    27 e 28 de novembro de 2017
    Local
    Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, Auditório do GGBS
    Endereço: Praça da Bandeira, 45 – Cidade Universitária – Campinas/SP
    Realização
    Instituto Agronômico - IAC
    Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP
    Coordenadores
    Andreas Gombert (FEA-UNICAMP)
    Isabel Arends (TU Delft)
    Coordenador Associado
    Caroline Rayol (IAR Pole)
    Christophe Luguel (IAR Pole)
    Patrocinadores
    BE-Basic Foundation
    Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola - FUNDAG
    Consulado Geral do Reino dos Países Baixos em São Paulo
    Consulado Geral da França em São Paulo
    Apoio
    Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA-UNICAMP)
    TU Delft
    IAR Pole
    Prefeitura Municipal de Campinas
    Câmara do Comércio Exterior de Campinas e Região – CCC&R
    Download
    Programação Portugues
    Programação Ingles

    Os objetivos do Workshop

    O objetivo será promover o debate e a discussão entre especialistas da iniciativa privada, de instituições de pesquisa e ensino, do governo e da sociedade civil de modo a identificar as oportunidades e os desafios para o desenvolvimento de Enzimas e da Química Verde, com foco na produção de diversos produtos, como: enzimas para diferentes aplicações (alimento, degradação de biomassa lignocelulósica, produção de produtos farmacêuticos e novas aplicações), produção de (bio)produtos químicos, (bio)combustíveis, (bio)plásticos e plataformas bioquímicas. Neste contexto, o produto deste Worskhop será a elaboração de um Roadmap Tecnológico com as principais diretrizes para políticas públicas, pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação necessárias para o desenvolvimento deste modelo.

    Notas

    Evento gratuito, vagas limitadas

    O evento será em inglês e haverá tradução simultânea